segunda-feira, 4 de maio de 2015


Desativando o blog

Tudo começou em 2011. Eu tinha apenas 15 anos quando ganhei meu primeiro computador. Fui uma adolescente cheia de sonhos, curiosa e confusa (não que eu não sonhe mais, sonho e sonho muito ainda, porém são sonhos acessíveis e realistas sem muita fantasia). Sempre fui apaixonada por livros, principalmente de história do Brasil. No entanto, a minha paixão se estendia a outros universos, entre eles maquiagem e moda. Tá, é meio clichê uma adolescente de 15 anos gostar de maquiagem e moda, normal. A maioria das meninas nessa idade ama esse tipo de "futilidade". Nessa época, eu escolhia uma profissão todo dia. "Mãe decidi meu futuro, já sei o que eu quero ser quando crescer.", mas isso durou mais do que eu pensava. Eu não havia decidido nada! Realmente eu gostava de muitas profissões, sonhava em ser modelo, bailarina, atriz, professora de Educação Física, advogada, arqueóloga e depois de ter ganho o meu computador ultra moderno (risos) o sonho era outro, desta vez eu queria ser blogueira. Eu pensava que me tornando blogueira eu seria famosa, e como eu sempre sonhei com isso resolvi criar um blog.

Uni o útil ao agradável, de fato. Porque eu amava escrever (e ainda amo), e amava ainda mais maquiagem e moda. Passei dias com a ideia de criar um blog na cabeça, pesquisei e encontre várias blogueiras de moda na internet e a cada pesquisa me apaixonava mais pela ideia de criar meu próprio cantinho. Foi então que eu decidi criar o "Cheia de Charme", que depois de alguns meses virou "Doce Pimenta". O nome foi sugerido por uma amiga. 

Eu me dividia entre a escola e o blog. Passava horas e horas criando posts, atualizando, pesquisando novas matérias e alterando a aparência do blog. No começo era super divertido, tanto que eu nem saia de casa, porque eu gostava mesmo que eu fazia. Me dava prazer escrever todo santo dia para meu pequeno grande público, que era no total de 20 meninas, que acompanhavam o que eu escrevia (detalhe, a maioria das meninas eram minhas próprias amigas que eu praticamente "obriguei" a me seguir).

Me dedicava muito ao blog, mas não obtinha o retorno esperado, que seria "me tornar famosa", coisa de adolescente sonhadora. Enfim, fui amadurecendo e vendo o mundo de outra maneira. Percebi que aquilo não passaria de um hoobie. Mas eu não queria me desvincular do Doce Pimenta, aqui era meu refúgio.O número de visualizações do blog foi aumentando gradualmente... 40, 50, ...90 pessoas me seguiam e compartilhavam comigo as experiências com as dicas que eu dava. Eu achava o máximo, pelo menos o que eu escrevia não era em vão. Ah, e fiquei famosa sim, na escola, somente. Eu divulgava esse blog com tanto entusiamo que todo mundo ficava curioso pra ver.

Continuei escrevendo para o blog durante dois anos seguidos. Foram quase 1000 postagens. Foi então que as coisas foram ficando complicadas, pois eu já estava cursando o 3º ano na escola e logo logo viria o temido vestibular. Estava ficando difícil escrever para o blog e estudar para o vestibular. Fiquei totalmente sem tempo pra viver.E vocês acham que eu decidi o que cursar na faculdade? Ainda nada.

Pensei em abandonar o blog de uma vez por todas, já que eu mal conseguia chegar perto do computador. Foi difícil abdicar de um dos amores da minha vida, mas eu sabia que era pro meu bem. Então eu me organizei e tentei postar algumas coisas somente nos finais de semana. Nos primeiros finais de semana deu super certo. Mas depois... não tinha cabeça nem mesmo para escrever uma linha sequer. Foi doloroso ver meu blog morrendo aos poucos. Passei messes sem entrar no blog. Triste.

Então o grande dia chegou, o dia do vestibular! Ai senhor, eu não tinha a menor ideia do curso que eu ia escolher. Eram tantas opções, tantos desejos. Mas Deus é tão maravilhoso, que diante da minha angústia ele mandou um anjo chamado Sarah. Uma professora de química, que me aconselhou a fazer um 'teste vocacional'. Eu nem acreditava em testes, porém o fiz. E o resultado foi... rufem os tambores...Comunicação Social, Jornalismo. Uma profissão que não estava inclusa na minha lista de desejos, e nem era o meu sonho de criança. Mas eu ja era apaixonada pelo jornalismo e não sabia. Foi então que em 2013 eu passei em Jornalismo na Faculdade Nordeste - Fanor.

Depois de 3 anos sem entrar no blog, cá estou. 20 anos, no 6º semestre de jornalismo, apaixonada pelo o que escolhi. Contei a minha história de amor com o Doce Pimenta, pois vim me despedir das minhas pimentinhas, é com lágrimas que escrevo a vocês. Meus sonhos adolescentes não se tornaram realidade, ou melhor, boa parte não. Me tornei "famosa" sim, por um bom tempo. E foi vocês que fizeram com que tudo isso acontecesse. A única coisa que posso dizer é um muito OBRIGADA! Espero contar com vocês na minha nova empreitada, vou criar outro blog somente com as minha crônicas. Quando estiver tudo lindo, eu publico outro post convidando vocês a visitar.

Até logo.

Karoline Dias.



0 Comentários